Livro: Comer, rezar, amar (Elizabeth Gilbert)

Olá pessoas, tudo bem? Como prometido, cá estou eu, mais uma semana, para mais uma resenha. O escolhido da vez foi “Comer, Rezar, Amar” de Elizabeth Gilbert. Espero que gostem e boa leitura!

Sinopse:Buscando tempo e espaço para descobrir quem era e o que realmente queria, Liz Gilbert se livrou de tudo, demitiu-se do emprego e partiu para uma viagem de um ano pelo mundo – sozinha. Comer, Rezar, Amar é a envolvente crônica desse ano.
Seu objetivo era visitar três lugares onde pudesse examinar um aspecto de sua própria natureza. Em Roma, estudou a arte do prazer, aprendeu italiano e engordou os 11 quilos mais felizes de sua vida.
Na Índia se dedicou à arte da devoção e, com a ajuda de uma guru local e de um caubói texano surpreendentemente sábio, ela embarcou em quatro meses de contínua exploração espiritual.
Em Bali, estudou a arte do equilíbrio entre o prazer mundano e a transcendência divina. Tornou-se discípula de um velho xamã, e também se apaixonou – por um brasileiro! – da melhor maneira possível: inesperadamente.
Comer, Rezar, Amar fala sobre o que pode acontecer quando você assume a responsabilidade por seu próprio contentamento e para de tentar viver seguindo os ideais da sociedade. Certamente irá emocionar qualquer pessoa que se abra para a inesgotável necessidade de mudança.

Minha opinião sobre o livro:
Esse livro já estava em minha lista faz tempo, mas só tive a oportunidade de lê-lo agora. E não me arrependi nem um pouquinho de ter lido, porque é muito bom!
Concordo plenamente com Elle Macpherson, quando diz “Toda mulher deve lê-lo”, pois a jornada de Liz Gilbert é extremamente motivadora e serve de incentivo a toda e qualquer mulher, principalmente por retratar situações reais, que podem acontecer a qualquer pessoa, em qualquer momento da vida.
Elizabeth ou Liz Gilbert escreve de forma fascinante, e creio eu, que esse livro foi escrito especialmente para mulheres, embora seja ótimo para qualquer pessoa que queira mudar a vida, e para isso precise apenas de um incentivo.

“A busca de uma mulher por todas as coisas da vida a Itália, na Índia e na Indonésia. Seja também a heroína de sua própria história.”



Por fim, se você sente que falta algo em sua vida, ou que algo não está certo, leia Comer, Rezar, Amar e inspire-se nessa encantadora viagem/jornada/vida de Liz Gilbert ou Sacolão, de acordo com algum caubói texano. Já leu esse livro? Me conte o que achou! Beijos e até a próxima!

* Esse post foi escrito por Fernanda Chamilete. Clique aqui e veja mais posts dela.

2 comentários:

  1. Eu não sou muito chegada a livros, comecei uma série em 2011 e ainda não terminei rs.
    Mas lá em casa sou a única, e acho que todas já leram e aprovam esse livro
    beijos Fernanda!!!

    www.butecoparagarotas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo,este livro. .. tenho e acho super valido ler ... amei .

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.