segunda-feira, abril 06, 2015

O fantástico mundo dos "blogs"

Esse post não foi programado. Na verdade, eu nem pretendia estar aqui hoje, mas estou. Estou deitada na minha cama, depois de pegar 3 ônibus pra voltar da casa da minha mãe pra cá, exausta, porque odeio pegar o ônibus na segunda de manhã. E estava aqui pensando sobre os blogs. Sim, os blogs. E me perguntando, pra onde foi a essência? Essa essência aí, de como eu comecei o post, voltem e leiam, se preciso. Pra onde foi essa essência pessoal? Esse toque de "olha, tem uma pessoa real aqui".


Aparentemente, deixamos pra trás toda essa essência e transformamos nossos blogs (antes pequenos diários virtuais) em grandes portais, revistas de variedades. Por quê? Essa é uma boa pergunta. Acho que vem um pouco do fato de as pessoas estarem cada vez mais mecânicas, não só no quesito blog, mas também no quesito vida real.

Não sei porque esse post está sendo escrito, acho que só precisava de um momento pra me desligar e conversar, voltar ao que era antes. Não é apego ao passado, é apenas tentar recuperar o que perdemos de bom. Acho que seria bom voltar a ter amigas e não só leitoras. Acho que seria bom se não levássemos tudo tão a sério e se pudéssemos mostrar um pouco mais do que somos, de como é nossa vida e como o que postamos é coerente com a nossa realidade.

Então é isso, não sei o que podem esperar daqui pra frente no Querida G.A., mas acho que pode ser que uma nova fase esteja começando. Nem eu sei onde isso vai dar, então oremos pra que eu não esteja enlouquecendo de vez, HUEHAUHEUAEA.

3 comentários:

  1. concordo com gênero, número e grau. Esse universo de blogs bombou e as leitoras se tornaram blogueiras também, muitas pararam de valorizar o trabalho alheio com o simples propósito de se transformarem em celebridades. Acredito que daqui a uns dois anos isso diminua e apenas aqueles que realmente amam blogar continuem.

    www.rockcomluxo.com
    www.youtube.com/natypottersena

    ResponderExcluir
  2. Cara, que demais! Descobri teu blog com o Rotaroots (tem um banner seu na minha sidebar hahaha) e eu penso exatamente da mesma forma! Vejo meu blog como um diário e isso faz com que ele seja tão especial pra mim. Meus amigos que não tem tanto contato sempre me dizem "com seu blog consigo ter um pouco de você, apesar da distância" e isso é o que eu acho legal! Mas, como você disse, hoje é tudo muito mecânico, sem essência... as pessoas querem ser famosas, admiradas, etc., e as coisas perdem aquele sentido de "fiz de coração". É difícil blogs realmente com a cara do autor e isso é muito triste. Escrevi um texto aqui, nem sei se vai ler, mas é que sempre penso nisso também, e gostei do teu blog, moça! Um beijo ♥ 48janeiros

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana! Interessante o post e reflexivo.
    Andei me questionando do porque ter um blog e o que me atrai em um.
    Como li uma vez (não lembro direito quem escreveu, rs) você não precisa se expor tanto mais precisa passar um pouco de verdade no conteúdo que produz.
    Precisa ser você no conteúdo.
    Falar da moda Y que você não curte só porque todo mundo fala.
    O que falta? Vida real aliada a alguma experiência ao seu leitor seja pessoal, espiritual, tecnológica, moda, trabalho, etc.
    Estou sem tempo de ler meus blogs favoritos (e o seu é um deles, não estou puxando o saco), mais quando vou ler procuro post cheios de vida, eles me fazem querer comentar, me animam, me fazem refletir, me ajudam.
    Desculpe se escrevi um post, rs.
    Beijos Querida G.A

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 



Início | Sobre | Clipping | Anuncie | Contato
Design por Ana Chamilete. Tecnologia Blogger. 2016